Número total de visualizações de página

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Dia cinzento


De rosto colado à janela
Vejo um céu manchado
De cores frias...
Lá fora o tempo passa,
Gente caminha
Com rumo ou sem rumo...
A calçada suja e húmida
Da cidade fria!!
Cá dentro...
Suspirando no vazio
Aprecio as correrias loucas...
O vai e vem das gentes,
Tristes e alegres da cidade!
Balançando em imagens ocas.
1998

Sem comentários: