Número total de visualizações de página

sexta-feira, 16 de março de 2012

SER POETA



Divagando I

É ser vento
Perder-se no tempo
Ser serra, ser mar
Pena solta
De ave que te sente
Mas não sabe voar
É ser sol que alimenta e queima
Aquecendo a Alma
E se apaixona por ela
É lua cheia preza no anzol
É ser pó…grão de areia
Ser rocha
É ser flor simples
E na simplicidade encantar
É escrever a cantar
A dor que na escrita
O faz desabrochar
2008

Sem comentários: