Número total de visualizações de página

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Lábios de Chuva


Fui vadio nos montes

Percorri campos e lezírias

Namorei perto das fontes

Sempre em boas companhias

Hoje sou abrigo

Recanto de segredos meus

Bebendo essa tua luz

Deixo que me namores

Nos meus lábios de chuva

Cristalinos

E que podem ser teus

Sem comentários: