Número total de visualizações de página

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

A Alegria de um Sorriso

( no rosto de uma criança )


( foto gentilmente cedida pelo meu amigo José Duarte )

Supôs que te encontrava
Perdida algures
Na berma da estrada
Fui vadiando...
Subi montes ...
Revirei lezírias...
Fui-te procurando
Entre meia dúzia
De pequenas conversas
Saboreadas com alegrias
Daqueles que te sentiram
Entre tristezas
Outros em agonias
Não te encontrando
Nas subtilezas
Desta terra de ninguém
Senti-me convicto
De num barco entrar
Navegando de encontro
Á beleza do teu olhar
É...que eu tenho mesmo,
Que te encontrar!!!
Nem que vá até ao infinito!!!
Nas águas percorridas
Senti a tua ausência
Foi-me então dito
Por bela sereia
Que talvez ....
Nunca te encontrasse
Perdida no céu
Que nem pura estrela
E em plena consciência
Parei...a terra regressei
Foi quando pensei..
Meu Deus!! Que faço??
Sinto-me cansado
Perdido neste recanto
Pensando no além
Já com certo embaraço
Mas em terra estranha
De ninguém...
Basta um abraço
Uma criança no regaço
Uma cocega
E aí estás TU
Solta , livre...
Em forma de presente
Em rosto inocente
Gargalhando...
Em forma de Gente.
20.12.2007

1 comentário:

Migalhento disse...

Um sorriso??.. Bien sur,... what else...


George Clooney