Número total de visualizações de página

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Antes que chegue o fim...


( Fotografia cedida pelo amigo Orlando Azevedo )


Quanto desespero sem fruto
Fiz crescer …desenfreado
Onde o corpo atraiçoado
Deixou esmorecer a Alma
Não deixando fazer o luto

Quanto do meu esforço
Para descobrir este caminho
Derramei eu, por esse mundo fora
Quando dei por mim agora,
Que já não sou jovem nem moço

E antes que chegue o fim
Está mais do que na hora
De ganhar coragem
E quiçá descobrir o segredo de pandora
Para não morrer…definhando
Esbracejando no fundo de um poço.