Número total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Eclipse


 ( Foto  de A. Henriques )

Escondi-me…
Aos olhos teus
Escondi-me…
Na penumbra da cortina
Da noite estrelada
Que só no levantar
Da madrugada, finda.


Espreito pela nesga
Da cortina terrena
Observo-te…perdido
No labirinto das trevas
Através do meu brilho
Que à espreita…
Se deixa apanhar.
Que nem bandido fugitivo



Vejo-te a caminhar
Procurando um banco
Um simples recanto
Onde possas serenar


Escondi-me…
E fico à espera
Dos teus olhos
Postos em mim
Para que eu possa
Iluminar a terra
Assim que o eclipse
Tiver o seu fim.

Sem comentários: