Número total de visualizações de página

domingo, 4 de janeiro de 2009

Meu doce A...MAR




Paixão de uma vida
Canção de embalar
A ternura de um amor
És o meu fogo
És o meu mar
Aquele que me incendeia
Me deixa presa na teia
És o raio de sol
És gota de chuva
És o meu trovão
És o meu anzol
Despertando a emoção
Abafado num beijo
Na corrente do dia
Num secreto desejo
Lavando nas lágrimas
A ansiedade da saudade
Com intenso calor
És a minha paixão
És o meu MAR
És o meu AMOR


31.10.08

1 comentário:

Poeta do Penedo disse...

belo poema. Parece cantado. Tem ritmo. Uma terna dedicatória ao mar...não fosses tu gaivota.