Número total de visualizações de página

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Sopro do Destino

( uma vida que nasce )

Semente que brota
Desnudada
Num acolhedor ventre
Fruto de pessoa amada
É beijo que se sente
Caminho bravo
Nas circunstâncias
Do desconhecido
Alguns sopros
São divinos
Mistérios escondidos
Uns se escolhem
São sopros
Destinos
Caminhos procurados
Na esperança lançados
No peito acolhidos
Na alma...
No coração...
Do ser que floresce
E se tece
Nos enredos da VIDA
Sempre acompanhado
De sentimentos
E com muita emoção.

Sem comentários: